Faculdade: E agora?

23:30

Oi pessoal, acho que esse assunto nunca fica batido né, afinal, todo ano milhares de pessoas estão concluindo o ensino médio e se veem naquele dilema "o que fazer agora? o que cursar na faculdade?" ... 

Um dos assuntos principais do blog, além de comentários de leitura é comentar minha trajetória no curso de Letras Espanhol, para quem não sabe, é o terceiro curso que inicio, sim, demorei para encontrar meu lugar no mundo. Antes de Letras, cursei um ano de Filosofia e um ano de Enfermagem, mas foi em Letras que me senti em casa. Mas, vamos ao que interessa, como decidir o que cursar na faculdade?




Em primeiro lugar, faça algo que você goste, não existe profissão melhor que outra, e é possível ganhar bem em qualquer trabalho. Nem todo advogado é rico e nem todo professor é "pobre", então, leve em consideração aquela frase: "Em vez de ficar torcendo por um final de semana ou um feriado, porque você não arranja uma vida da qual você não precise fugir?" trabalhe em algo que, mesmo com seus problemas, trará satisfação. 

Pensou no primeiro item? Então, ainda assim restaram várias dúvidas né? Algumas dicas básicas, procure em sites e blogs relatos sobre os cursos que mais te interessam, quais as áreas de atuação, quais os prós e contras do curso e da profissão? Faça listas com os pós e contras das profissõs que mais gosta.

Há sites como o guia do estudante, onde você encontra resumos sobre vários cursos e também teste vocacional (embora, nesse caso, recomende procurar um teste feito por um profissional); e blogs, como o meu que tratam de cursos específicos.




Então, depois de filtrar as opções, vem uma das dicas que acho mais importantes e que me ajudou (mesmo eu tendo errado duas vezes (*shame*), entre em sites de universidade e procure pelo "ementário" , lá vocês vão encontrar o elenco de disciplinas do curso e os itens estudados em cada uma, é algo que varia de universidade para universidade, então é bom visitar mais de um site, mas o importante é que você vai ver se aquelas matérias, no geral, te interessam ou te metem medo. 

Vocês podem visitar a universidade também, o prédio do curso preterido. Há também as feiras de profissões, onde podem conversar com estudantes de diversos cursos. 

E, o mais importante, sei que nem todos tem a oportunidade de trocar de curso, ainda mais se for em uma universidade particular, mas procure entrar em grupos de estudo, conhecer os projetos existentes na faculdade e, se nos primeiros semestres ver que não fez a escolha certa, mude, sem medo.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Meninaaa, eu jurava que tava seguindo o seu blog mas nem tava Meu Deeus kkkk ai eu estranhei não ver as atualizações no feed e ai que percebi xD
    Eu curso Relações Internacionais e não me arrependo nem um pouco, nunca pensei em emprego nem em nada, só de que eu gostava do curso em tantos aspectos que me sentiria em casa o estudando, e de fato, eu tiro notas ótimas sem aquela sofrência porque eu gosto de estudar os assuntos dele e fico feliz que vc tbm em Letras :)
    Acho que se as pessoas realmente seguissem o curso e a profissão que realmente gostam, o mundo profissional, de emprego e dos negócios nem seria esse "pesadelo" que tantos acham, pois encontraríamos pessoas que trabalham com gosto e dedicação e também encontraríamos muitos profissionais melhores do que já encontramos (ficou meio confuso né?kkkk)
    Mas enfim, adorei o seu post *---* me lembrou da minha época pré-vestibular cheia de Guias do Estudante imaginando como seria na universidade kkkk
    *Obs: Já estou preparando outro post do Projeto Poliglota ♥

    Bjs, até logo (。・ω・。)ノ♡
    shyandbrave.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Parceira:

Méliuz

Cupom de Desconto